Foi sofrido, mas o Atlético-PR voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, o time rubro-negro até saiu atrás do placar, mas conseguiu buscar a virada e bateu o Fluminense por 3 a 1.

Artilheiro do Brasileirão, Henrique Ceifador abriu o placar para os cariocas. Mas Felipe Gedoz, de falta, Ribamar e Jonathan garantiram o triunfo paranaense.

A vitória quebra o jejum atleticano de três rodadas na competição e deixa o time ainda sonhando com uma vaga na Libertadores – o Atlético segue com três pontos a menos que o sexto colocado, que neste momento é o Botafogo (37 a 34).

Já o Fluminense completa seu terceiro jogo sem vencer no torneio e fica mais longe da briga pelo torneio continental, ainda com 31 pontos.

O Atlético-PR volta a campo já no sábado pelo Brasileirão, quando visita o Santos. Já o Fluminense atua só no domingo, quando recebe o Palmeiras. Mas antes, na quinta-feira, o time carioca duela com a LDU no Equador pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O jogo Confira mais detalhes completos Tabela do BrasileirãoTabela Brasileirão Série BTabela copa do brasil

O time rubro-negro balançou a rede, aos 12 minutos, com Lucho, mas a arbitragem anulou o lance para marcar impedimento. Só dava Atlético e, aos 16 minutos, Nikão recebeu lançamento, ajeitou e bateu colocado, para fora, com muito perigo. Dois minutos depois, Ribamar invadiu a área e disparou o chute para defesa de Júlio César. A pressão era grande, mas como nas partidas anteriores, o Atlético-PR tinha dificuldade para empurrar a bola para dentro.O Atlético começou a partida tentando empurrar o adversário, marcando pressão. Aos quatro minutos, Pablo pegou sobra de bola e serviu Ribamar, que chutou prensado e ganhou escanteio. Aos oito minutos, Wellington Silva roubou bola na intermediária atleticana, mas na hora de servir o companheiro errou o passe. Pablo recebeu na área, aos nove minutos, levantou a cabeça, mas também errou o passe para Gedoz.

A trave salvou o Fluminense , aos 21 minutos, quando Ribamar chutou prensado na linha de fundo e viu a bola subir e tocar o poste com o goleiro sem ação. Aos poucos o Fluminense prendia mais a bola nos pés, tentando manter a posse. De longe, aos 34 minutos, Nikão arrematou e o goleiro carioca agarrou firme. O ritmo da partida caiu, mas aos 42 minutos, o Atlético chegou novamente com perigo, com Gedoz testando na rede, pelo lado de fora. Porém, aos 46 minutos, cobrança de escanteio fechada para Henrique Dourado desviar e abrir o placar.

Depois do intervalo, o Atlético retornou com Matheus Rosseto no lugar de Lucho González. Polêmica logo aos dois minutos, com Nikão derrubado na párea. O árbitro marcou apenas falta. A panorâmica do jogo era outra, com o time atleticano mais nervoso, com dificuldade até para criar. Aos seis minutos, Wellington Silva fez a jogada e o cruzamento saiu fechado, nas mãos de Weverton.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *